linha vermelha

¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

iconessociais

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Playboy - Capa: Adriane Galisteu, A Deusa Brasileira em Edição Especial de Aniversário - Agosto 1995

Confira as fotos da Deusa Brasileira, Adriane Galisteu, capa da Playboy  especial de aniversário, agosto de 1995!

Confira as fotos da Deusa Brasileira, Adriane Galisteu, capa da Playboy  especial de aniversário, agosto de 1995!

 Confira as fotos da Deusa Brasileira, Adriane Galisteu, capa da Playboy  especial de aniversário, agosto de 1995!


Adriane iniciou a sua carreira de modelo aos nove anos, fazendo um anúncio da rede de restaurantes McDonald's, e quando adolescente, em 1987, participou no conjunto Meia Soquete, um grupo no mesmo estilo de As Melindrosas. Adriane posou para a edição brasileira da revista Playboy de agosto de 1995 e, desde então tem seguido carreira na televisão, ganhando espaço como apresentadora. Em 1995 lançou o livro O Caminho das Borboletas, onde narra o período de seu relacionamento com Ayrton Senna. Sua carreira na TV aberta iniciou-se na CNT em 1995, no programa Ponto G. Teve rápidas passagens pela MTV Brasil e pela então recém-inaugurada RedeTV!, onde apresentou o programa Superpop. No ano 2000, Galisteu transferiu-se para a Rede Record onde comandou o É Show. Três anos depois, foi contratada pelo SBT para apresentar os programas Charme e Fora do Ar. Em 2008, Galisteu deixava o SBT, se transferindo para a Rede Bandeirantes, onde apresentou o Toda Sexta.  Projeto Fashion e Muito +. Galisteu desenvolve também uma carreira como atriz, tendo estreado na novela Xica da Silva, da Rede Manchete, em 1996. Todavia, embora sua atuação na novela tenha atraído o público, isso deu-se basicamente pelas cenas de nudez que o diretor Walter Avancini frequentemente incluía. Quando a obra foi reprisada, anos mais tarde, Galisteu declarou que não a assistia, pois tinha horror à novela, embora reconhecesse que ela foi importante para torná-la famosa. Estreou no teatro em 1999, com a peça Deus lhe Pague, sob a direção de Bibi Ferreira. Em seguida, participou de Dia das Mães. No cinema, atuou nos filmes Coisa de Mulher e Se Eu Fosse Você 2.
































Comentários
4 Comentários

4 comentários :

  1. A melhor capa da história da Playboy.

    ResponderExcluir
  2. A história de vida impede Adriane de ser uma mulher comum. Uma mulher muito bonita. Uma mulher que nua arrebenta. A melhor capa da história da Playboy. A torcedora mais bonita da história do Palmeiras.

    ResponderExcluir
  3. As capas de aniversário,sempre arrebentando mesmo,Adriane é muito linda o 2 ensaio show

    ResponderExcluir
  4. Muito gata,mas o ensaio poderia ser um pouco mais ousado.

    ResponderExcluir

Comente aqui