linha vermelha

¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

iconessociais

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Playboy - Capa: Bruna Lombardi - Edição MArço 1991


 confira as fotos da musa Bruna Lombardi, capa da Playboy de março de 1991!

Em 1967, começou a trabalhar como modelo. Sua estréia na televisão foi em 1977, na telenovela Sem Lenço, Sem Documento, de Mário Prata, pela TV Globo. Em 1978 foi para a TV Tupi para trabalhar na telenovela Aritana, onde conheceu o ator Carlos Alberto Riccelli, seu marido. Bruna voltou para a Rede Globo para atuar na minissérie Avenida Paulista, de 1982, escrita por Daniel Más e Leilah Assumpção, e, em 1983, interpretou Patrícia em Louco Amor, telenovela escrita por Gilberto Braga. Em 1985 atuou como Reinaldo Diadorim na minissérie Grande Sertão: Veredas, da Globo. Em 1986 protagonizou a minissérie Memórias de um Gigolô e a telenovela Roda de Fogo. Em 2002 fez a série da Globo O Quinto dos Infernos como Branca Camargo. Em 2005 atuou como roteirista e como atriz do filme Sob o Signo da Cidade, dirigido por seu marido e rodado em São Paulo. No filme Stress, Orgasms, and Salvation, do mesmo ano, com direção do Carlos Alberto Riccelli, Bruna atuou e assinou o roteiro. Foi também apresentadora do programa de entrevista com personalidades Gente de Expressão, apresentado aos domingos, no final da noite, na Rede Manchete. No programa participaram como entevistados grandes celebridades, tais como Mariah Carey, Dustin Hoffman, Jean-Claude Van Damme e Mel Brooks. Posou para a revista Status, na edição de junho de 1980, e para a Playboy (destaque na capa) em janeiro de 1991.

 














Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Muito bonita, apesar de ter os seios desproporcionais (pequenos, tortos e muito distantes)...

    Quanto à biografia, vale registrar que interpretou a personagem BETINA, na novela DE CORPO E ALMA. Na trama, Betina morre num acidente automobilístico. Daí seu coração é transplantado para Paloma (Cristiana Oliveira). O personagem interpretado por Tarcísio Meira (não me recordo o nome) tivera um caso com Betina. Depois se envolve com Paloma, motivado por sua paixão pelo coração de Betina...
    Apesar de ser uma trama meio louca, a novela abordou uma grande novidade científica que maravilhou o mundo na época: o transplante de coração.

    Anonymus sem homônimo

    ResponderExcluir
  2. Bruna Lombardi foi ótima nas fotos. A melhor foto de Bruna foi a penúltima, em que ela veste uma saia transparente molhada. Eu amo a bunda feminina.

    ResponderExcluir
  3. A bruna classica,lindissima

    ResponderExcluir
  4. BELEZAS RARAS,COMO BRUNA E MAITE NUNCA ESQUECEMOS SIMBOLOS ETERNOS,

    ResponderExcluir
  5. pena que nao foi capa de aniversario da playboy de 91 merecia poxa

    ResponderExcluir
  6. É mais uma puta da Globo. Na globo se for. Mulher tem que dar e se for homem tem que chupar e fazer macumba.

    ResponderExcluir

Comente aqui