linha vermelha

¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

iconessociais

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Sexy - Capa: Katherine Fontenele - Edição Março 2014

Sexy - Capa: Katherine Fontenele - Edição Março 2014 Confira as fotos da modelo Ring Girl, Katherine Fontenele, capa da Sexy de março de 2014. confira tambem as fotos de Sharon Weber e Valéria Pereira!  Katherine Fontenele, 23, estampa a edição desta revista Sexy. A morena conta que é defensora dos direitos humanos, e sabe que também existem deveres, por isso se considera uma ativista neste sentido. "Sempre que precisar vou para as ruas em busca de soluções para os problemas sociais, o fato de eu ser bonita descredibiliza um pouco, as pessoas acham que para lutar pelos direitos humanos é precioso estar acima do peso e não ter um dos dentes", afirma Katherine Fontenele. Além disso ela conta que sempre amou o carnaval, mas o de rua. "Adoro desfilar, mas nos blocos. Em São Paulo curto muito os que saem da Vila Madalena, rola um clima de paquera, tem muita gente bonita. Em Salvador fico louca e muito excitada com aquela energia, da vontade de fazer tudo que vem na cabeça, e o desejo é que o carnaval nunca acabe", conta entusiasmada.

Confira as fotos da modelo Ring Girl, Katherine Fontenele, capa da Sexy de março de 2014. confira tambem as fotos de Sharon Weber e Valéria Pereira!

Katherine Fontenele, 23, estampa a edição desta revista Sexy. A morena conta que é defensora dos direitos humanos, e sabe que também existem deveres, por isso se considera uma ativista neste sentido. "Sempre que precisar vou para as ruas em busca de soluções para os problemas sociais, o fato de eu ser bonita descredibiliza um pouco, as pessoas acham que para lutar pelos direitos humanos é precioso estar acima do peso e não ter um dos dentes", afirma Katherine Fontenele. Além disso ela conta que sempre amou o carnaval, mas o de rua. "Adoro desfilar, mas nos blocos. Em São Paulo curto muito os que saem da Vila Madalena, rola um clima de paquera, tem muita gente bonita. Em Salvador fico louca e muito excitada com aquela energia, da vontade de fazer tudo que vem na cabeça, e o desejo é que o carnaval nunca acabe", conta entusiasmada.










































































Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui